Tio Bil Pendurando as Chuteiras Anuncia Segunda Década Digital

O presidente e fundador da Microsoft, Bill Gates, 52, abriu no domingo a CES (Consumer Electronics Show) de Las Vegas confirmando que esta foi sua última aparição no evento e que agora se inicia uma segunda década digital, “mais focada em conectar pessoas”. (confira galeria de imagens do evento)

“Este é meu último discurso de abertura. Em julho deixarei de ser um funcionário em tempo integral da Microsoft para trabalhar totalmente para a Fundação [Bill e Melinda Gates]”, assinalou em seu discurso de abertura da CES 2008.

Paul Sakuma/AP
“Este é meu último discurso de abertura”, disse Bill Gates, em Las Vegas

Gates já tinha anunciado que em julho deixaria de forma efetiva todos os trabalhos de gestão da Microsoft para concentrar-se em suas tarefas filantrópicas através da Fundação Bill e Melinda Gates.

Durante seu discurso, o magnata qualificou os últimos 10 anos como a “primeira década digital”, e disse que o período viveu um grande sucesso tanto no desenvolvimento de aparelhos como em suas aplicações.

“Nada vai nos segurar na segunda década digital, que estará mais focada em conectar pessoas e nas necessidades do usuário”, afirmou.

Gates disse que haverá três elementos-chave na nova década digital. O primeiro foi definido por ele como “experiências em alta definição”, tanto de vídeo como de áudio.

O segundo elemento citado por Gates foi que todos os aparelhos eletrônicos “estarão conectados por serviços”, o que permitirá compartilhar a informação entre uma multidão de usuários sem a necessidade de estabelecer pontes entre os aparelhos eletrônicos.

E o terceiro elemento, que Gates qualificou como “o mais subestimado”, são as novas formas de interação com computadores, telefones e outros aparelhos eletrônicos.

Implicações

Os discursos que Gates pronunciou na CES serviram para que o fundador da Microsoft mostrasse sua visão do futuro para o setor.

Quando Gates abandonar suas responsabilidades diárias à frente da companhia, para dedicar mais tempo a trabalhos filantrópicos, sua influência na direção do gigante da informática diminuirá de forma significativa.

A futura ausência de Gates terá implicações positivas e negativas, como muitos analistas do setor já comentaram.

Alguns dos ousados diagnósticos que Gates fez em edições passadas do CES nunca chegaram a se cumprir, como um mundo dominado pelo Tablet PC (computador pessoal com o formato de um laptop ou prancheta, que pode ser acessado com o toque de uma caneta especial) ou o desaparecimento dos spam em 2006.

Por outro lado, o fundador da Microsoft teve mais sorte ao anunciar a presença quase onipresente de computadores na vida moderna graças a sua fusão com produtos eletrônicos.

Mas nem sempre os acertos de Gates se traduziram em sucessos para a Microsoft, como no terreno dos videogames, da música digital e dos smartphones, onde outras empresas foram capazes de lucrar mais.

A ausência de Gates na abertura dos próximos CES abrirá as portas para outros visionários, como Steve Jobs, da Apple, e que triunfou nos campos onde a Microsoft falhou, com o iPod e o iPhone.

Com ou sem Gates, a CES continuará sendo uma das principais vitrines mundiais da eletrônica de consumo, o lugar eleito por centenas de empresas para antecipar as tendências de 2008.

Feira

Embora com 27 mil produtos na feira, que deve ser visitada por quase 150 mil pessoas dos dias 7 a 10 de janeiro, é difícil afirmar quais “gadgets” ganharão o interesse do público nos próximos meses. Algumas tecnologias estão recebendo grandes investimentos de capital e atenção.

Por exemplo, neste ano há um claro destaque dos telefones de tela sensível ao toque –que seguem a tendência do iPhone–, da televisão de alta definição (HD) com conexão sem fio e das telas gigantes de cristal líquido.

Além disso, a combinação de várias destas tecnologias, como a tela sensível ao toque de 52 polegadas que a Philips LG levou para Las Vegas.

Agora que está claro que a batalha das televisões de alta definição foi vencida pelas telas de cristal líquido, cujas vendas deixaram para trás as TVs de projeção traseira e de plasma, os fabricantes estão se preparando para a tecnologia do futuro, as telas de diodo orgânico emissor de luz.

A tecnologia também é conhecida como Oled, sigla para Organic Light-Emitting Diode ou diodo orgânico emissor de luz, e proporciona telas mais finas e flexíveis, que por sua vez oferecem uma grande redução do consumo de energia. Mas por enquanto a tela Oled, que estará presente na CES, é pequena e extremamente cara.

Published in: on 7 janeiro, 2008 at 10:15 am  Comments (3)  

As “Tropas de Elite” Mais Temidas

As tropas de elite mais temidas do mundo

SWAT (Estados Unidos)
Nome completo: Special Weapons and Tactics (armas e táticas especiais, em inglês)
Criado em: 1967 (Los Angeles)
O que é: unidade especial da polícia de várias cidades norte-americanas. A mais famosa é a da cidade de Los Angeles, na Califórnia
Especialidade: eram os quebra-quebras nos guetos, mas hoje o grupo se preocupa mais com terrorismo e atentados em escolas
Destaque: seus integrantes já receberam centenas de comendas, citações e prêmios por heroísmo na linha de combate
B.O.: os caras são meio folgados. Em 2003, atenderam 255 ocorrências. Ou seja, tiveram 110 dias tranqüilos
Multimídia: além da clássica série de TV setentista, que rendeu um filme em 2003, a SWAT inspirou videogames, reality shows, brinquedos e um quadro clássico no extinto programa “Os Trapalhões”, da Globo

YAMAN (Israel)
Nome completo: Yehidat Mishtara Meyuhedet (unidade policial especial, em hebraico)
Criado em: 1974
O que é: unidade especial da polícia civil israelense
Especialidade: operações de resgate de reféns e ofensivas antiterror em áreas civis
Destaque: diferentemente da maioria das tropas de elite policiais, eles recrutam seus agentes nas forças armadas
B.O.: mataram muita gente nas ações. Pergunte aos palestinos o que eles acham do grupo
Multimídia: seus soldados popularizaram um tipo de arte marcial chamado Krav Magá

BOPE (Brasil)
Nome completo: Batalhão de Operações Policiais Especiais
Criado em: 1978
O que é: divisão especial da polícia militar do Rio de Janeiro
Especialidade: incursão, patrulha e combate ao crime em favelas, muitas vezes no veículo blindado conhecido como Caveirão – o nome oficial é Pacificador
Destaque: um membro da Guarda Nacional dos EUA fez curso no Bope e disse que “nossas tropas no Iraque deveriam aprender com eles”
B.O.: ONGs atribuem ao Bope um grande número de mortes de civis e abuso dos direitos humanos
Multimídia: o livro “Elite da Tropa”, que detalha o dia-a-dia do Bope, virou best-seller e inspirou o filme “Tropa de Elite”, maior sucesso das bancas de camelô e do cinema brasileiro em 2007. Além de inspirar vários funks cariocas, seu símbolo (uma caveira com uma faca enfiada e duas pistolas) virou moda

OMON (Rússia)
Nome completo: Otryad Militsii Osobogo Naznacheniya (esquadrão policial de objetivos especiais, em russo)
Criado em: 1979
O que é: unidade especial da polícia russa
Especialidade: situações com reféns e protestos de rua
Destaque: é uma das poucas instituições que sobreviveram à queda da antiga União Soviética
B.O.: o lema dos caras é: “Não conhecemos piedade; não peça nenhuma”
Multimídia: vídeos com ações desastrosas do OMON fazem sucesso no YouTube

SDU (Hong Kong)
Nome completo: Special Duties Unit (unidade de tarefas especiais)
Criado em: 1974
O que é: unidade de elite da polícia militar de Hong Kong
Especialidade: combate ao tráfico de drogas em operações aquáticas
Destaque: os “tigres voadores” ganham bem. No primeiro ano de serviço, já têm carrão. Quando se aposentam, levam 2 milhões de dólares locais (cerca de R$ 450 mil)
B.O.: “mascarados”, não treinam com outras forças de elite chinesas
Multimídia: a SDU aparece em muitos filmes clássicos de kung-fu, e têm papel de destaque na obra do diretor John Woo

CO19 (Inglaterra)
Nome completo: Specialist Firearms Command (comando especializado em armas de fogo)
Criado em: 1966
O que é: departamento da polícia de Londres que “protege” a polícia normal – que normalmente não porta armas de fogo
Especialidade: entram nas situações mais complexas
Destaque: estão se reciclando para estarem nos trinques durante a Olimpíada de 2012, em Londres
B.O.: foram oficiais da CO19 que mataram o brasileiro Jean Charles de Menezes no metrô de Londres
Multimídia: geralmente, são retratados de forma positiva na TV

GSG9 (Alemanha)
Nome completo: Grenzschutzgruppe 9 (grupo de guardas de fronteira 9)
Criado em: 1973
O que é: batalhão da polícia federal, foi criado após o atentado na Olimpíada de Munique, em 1972
Especialidade: contra-terrorismo. Neste ano desmontaram célula da Al Qaeda com 730 kg de explosivos
Destaque: são bicampeões (2005-2006) do SWAT World Challenge, a olimpíada das tropas
B.O.: criticada internacionalmente por não dividir suas informações sobre atividades terroristas
Multimídia: na Alemanha, há uma série de televisão chamada “GSG 9 – Die Elite Einheit” (adivinhe só: “GSG 9 – A Tropa de Elite”)

STF (África do Sul)
Nome completo: Special Task Force (força tarefa especial)
Criado em: 1976
O que é: unidade de operações especiais da polícia sul-africana
Especialidade: combate em terrenos hostis
Destaque: a formação é considerada a mais completa do mundo. O treinamento básico dura 26 semanas. O curso avançado, que inclui mergulho, segurança VIP, explosivos e treinamento médico, pode durar até três anos
B.O.: em 2004, STF perdeu metade de seus membros para firmas de segurança no Iraque
Multimídia: o concurso de admissão, aberto para todos, é um dos mais disputados do país

SWCU (China)
Nome completo: Snow Wolf Commando Unit (unidade de comando lobo da neve)
Criado em: 2002
O que é: unidade especial da Polícia Armada do Povo, por sua vez um órgão paramilitar
Especialidade: criada para garantir a segurança na Olimpíada de Pequim, no ano que vem
Destaque: os “lobos da neve” estão se equipando com o que há de mais moderno e caro no mundo
B.O.: os agentes têm em média 22 anos, e a inexperiência pesa quando a chapa esquenta
Multimídia: como os caras vêm treinando em sigilo, fotos e informações sobre seu armamento exclusivo bombam na internet

GIGN (França)
Nome completo: Groupe d’Intervention de la Gendarmerie Nationale (grupo de intervenção da polícia nacional)
Criado em: 1973
O que é: tropa de elite da polícia federal francesa
Especialidade: resgate de reféns
Destaque: desde a sua criação, o grupo realizou 1.000 operações, liberou 500 reféns, prendeu mais de 1.000 suspeitos e matou 12 terroristas. Perdeu dois homens e dois cachorros
B.O.: minorias étnicas reclamam das ações do grupo
Multimídia: o GIGN inspirou uma linha de brinquedos na França e é uma das melhores “personagens” no game clássico Counter Strike

Fonte: Galileu

Published in: on 12 dezembro, 2007 at 6:47 am  Deixe um comentário  
Tags: , ,

Transferindo e-mail de contas Gmail

Com o gXFER, você transfere os emails, contatos e calendário entre duas contas do Google. Assim você vai conseguir exportar:

  • Conta de Gmail para Conta de Gmail
  • Conta de Gmail para Conta de Google Aps
  • Conta de Google Aps para Conta de Gmail
  • Conta de Google Aps para Conta de Google Aps

Você só tem que colocar seus dados que o gXFER faz todo o resto transferindo tudo.

Isso é bom se você quiser fazer um backup dos seus dados, emails, contatos e calendário do Google.

Ou se sua caixa de email está começando a ficar lotada. Assim você transfere tudo, contatos e calendário, mas depois apaga todos os emails, da sua conta original, assim você tem todos os emails que você tinha, arquivados em um email que só você sabe.

Para fazer o download do gXFER, clique aqui

Published in: on 26 novembro, 2007 at 1:01 pm  Deixe um comentário  

Vinil?

Uma coisa que curiosamente vem acontecendo nos últimos tempos na música é a publicação de singles em CDs de vinil. White Stripes já fez isso várias vezes e vai fazer novamente, com um mega projeto de lançamento de seu novo single (inclusive com a participação de Beck em b-sides). O Radiohead vai fazer isso com seu box de 80 dólares de In Rainbows. Até o Arctic Monkeys vai fazer isso com seu novo single Teddy Picker. Por que isso?

Isso poderia ser considerado um movimento nostálgico, um tipo de presente aos antigos fãs? Obviamente não, pois nem o Radiohead, nem o White Stripes e muito menos o Arctic Monkeys pegaram a época de ouro dos vinis. Ainda se os Rolling Stones fizessem algo parecido, isso seria compreensível dentro desse simbolismo. Por outro lado, por que essas bandas que fazem um rock tão moderno e revolucionário iriam querer de alguma forma ressuscitar essa época?

Será que essas bandas estão querendo passar algum tipo de mensagem? Por exemplo, o CD veio e acabou com o Vinil da mesma forma que a música digital potencialmente acabará com o CD. Note que eu disse da mesma forma, porque o CD não acabou com o vinil, mas deixou-o como uma coisa, bem, não “ultrapassada”, mas como uma opção que ainda conserva seu charme. De maneira semelhante, a música digital será bem mais conveniente e substituirá o CD, entretanto ele ainda continuará a existir.

Por acaso essas bandas, retomando o passado, não queiram manifestar indiretamente o sentimento de que novamente uma revolução está acabando com algo tão querido e especial, que faz parte da história da música de uma forma tão positiva? Hoje nos referimos a álbuns, que podem ser tanto compilações de músicas desconexas quanto verdadeiras obras de arte intrincadas e maravilhosamente interconectadas. Ainda temos o símbolo do encarte, o complemento do CD, que diz o que só o som não consegue (quando é bem utilizado). Fora, é claro, a experiência individual do grupo de pessoas que gosta de comprar CDs: a emoção de ouvir o CD pela primeira vez e, com o encarte na mão, tentar acompanhar a música… Tudo isso vai acabar, o CD vai ficar mais raro de se encontrar e os amantes dessa iguaria ficarão como hoje estão os amantes do Vinil.

Não será um grito de horror, inevitável diante do futuro?

Ao mesmo tempo, eles podem apenas manifestar de forma calma uma coisa igualmente calma: o novo single do White Stripes vai ser lançado em CD, Vinil e formato digital. Unir presente, passado e futuro, agradando a todos os públicos. Eles seguiram o Bentinho de Machado de Assis, vulgo Dom Casmurro, que quis unir as “duas pontas da vida”. Uniram o Vinil ao formato digital e concluíram que o tempo passou.

O que será que passa pelos corações deles, como alguns dos protagonistas de tal evolução?

 Colado do Orkutcídio

Published in: on 25 novembro, 2007 at 7:10 am  Deixe um comentário  

Vote no Hugo

Hoje de manhã alguém bateu na minha porta. Era um casal bem vestido e arrumado. O homem falou primeiro, e disse João: Olá! Eu sou João, e esta é Maria.

Maria: Olá! Gostaríamos de convidá-o para vir votar no Hugo com a gente.

Eu: Como assim? O que é isso? Quem é Hugo, e por que vocês querem que eu vote nele? Nem é dia de eleição hoje.

João: Se você votar no Hugo, ele lhe dará um milhão de dólares, e se não, ele te cobre de pancada.

Eu: Mas o que é isso? Extorsão da máfia?

João: Hugo é um multibilionário filantropo. Hugo construiu esta cidade. A cidade é dele. Ele pode fazer o que ele quiser, e ele quer te dar um milhão de dólares, mas isso só é possível se você votar nele.

Eu: Mas isso não faz o menor sentido. Se o Hugo construiu a cidade, é dono dela e pode fazer o que quiser, entao por que ele preisa ser eleito? E por que ele…

Maria: Quem é você para questionar o presente do Hugo? Você não quer o milhão de dólares? Não vale a pena por votar nele uma vez só?

Eu: Bom, talvez, se for pra valer, mas…

João: então venha com a gente votar no Hugo.

Eu: vocês já votaram no Hugo?

Maria: Ah, claro, e…

Eu: E vocês já receberam o milhão de dólares?

João: Bom, na verdade não. Você só recebe o dinheiro depois de sair da cidade.

Eu: então por que vocês não saem?

Maria: Você só quando o Hugo deixar, ou você não leva o dinheiro, e ele te cobre de pancada.

Eu: Vocês conhecem alguém que votou no Hugo, saiu da cidade e ganhou o dinheiro?

João: Minha mãe votou no Hugo por anos. Ela saiu da cidade ano passado, e tenho certeza de que ela ganhou o dinheiro.

Eu: Você não falou com ela depois disso?

João: Claro que não, o Hugo não deixa.

Eu: Então por que você acha que ele vai te dar o dinheiro se você nunca falou com alguém que conseguiu o dinheiro?

Maria: Bom, ele te dá um pouquinho antes de você ir embora. Pode ser um aumento de salário, pode ser um pequeno prêmio de loteria, pode ser que você acha uma nota de cinquenta na rua.

Eu: E o que isso tem a ver com o Hugo?

João: O Hugo tem uns ‘contatos’.

Eu: Sinto muito, mas pra mim isso parece um golpe maluco.

João: Mas é um milhõ de dólares, você vai arriscar? E lembre, se você não votar no Hugo, ele te cobre de pancada.

Eu: Talvez se eu pudese ver o Hugo, falar com ele, pegar os detalhes diretamente com ele…

Maria: Ninguém vê o Hugo, ninguém fala com o Hugo.

Eu: Então como vocês votam nele?

João: Às vezes nós fechamos os olhos e votamos, pensando no Hugo. Às vezes votamos no Carlos, e ele conta pro Hugo.

Eu: Quem é Carlos?

Maria: Um amigo nosso. Foi ele que nos ensinou a votar no Hugo. A gente só precisou levá-lo pra jantar algumas vezes.

Eu: E você simplesmente acreditou no que ele disse, quando ele contou que existia um Hugo, e que o Hugo queria que vocês votassem nele, e que o Hugo daria uma recompensa?

João: Claro que não! Carlos trouxe uma carta que o Hugo lhe mandou anos atrás, explicando tudo. Tem uma cópia aqui, veja você mesmo.

João me entregou uma fotocópia de uma carta com o cabeçalho “Do punho de Carlos”. Havia onze items ali:

  1. Vote no Hugo e ele lhe dará um milhão de dólares quando você sair da cidade.
  2. Use álcool com moderação.
  3. Cubra de pancadas quem não for como você.
  4. Coma bem.
  5. O próprio Hugo ditou esta lista.
  6. A lua é feita de queijo verde.
  7. Tudo que o Hugo diz está certo.
  8. Lave as mãos depois de ir ao banheiro.
  9. Não beba.
  10. Só coma salsicha no pão, e sem condimentos.
  11. Vote no Hugo, ou ele te cobre de pancada.

Eu: Parece que isso foi escrito no bloco do Carlos.

Maria: Hugo não tinha papel.

Eu: Tenho um palpite que se fôssemos conferir, descobriríamos que essa letra é do Carlos.

João: Claro que é, o Hugo ditou.

Eu: Pensei que vocês tinham dito que ninguém vê o Hugo.

Maria: Não agora, mas tempos atrás ele falava com algumas pessoas.

Eu: Pensei que voês tinham dito que ele era um filantropo. Como é que um filantropo bate nas pessoas só porque elas são diferentes?

Maria: É o desejo de Hugo, e o Hugo está sempre certo.

Eu: Como você sabe?

Maria: O item 7 fala: “tudo que o Hugo diz está certo”. Pra mim isso é suficiente.

Eu: Talvez o seu amigo Carlos tenha inventado isso tudo.

João: De jeito nenhum! O item 5 fala: “o próprio Hugo ditou esta crta”. Além disso, o item 2 fala üse ‘lcool em moderação”, o item 4 diz “coma bem”, e o item 8 diz “laave as maos depois d ir ao banheiro”. Todo mundo sabe que isso é certo, então o resto deve ser verdade também.

Eu: Mas o item 9 diz “não beba”, o que não bate com o item 2. E o item 6 diz que “a Lua é feita de queijo verde”, o que está simplesmente errado.

João: Não há contradição entre 9 e 2, 9 só esclarece 2. E quanto ao 6, você nunca esteve na Lua, então nao pode ter certeza.

Eu: A ciência já estbeleceu muito bem que a Lua é feita de rochas…

Maria: Mas eles nao sabem se as rochas vieram da Terra ou do espaço, então poderia muito bem ser queijo verde.

Eu: Não sou um perito, mas acho que a idéia é que dois ou mais corpos de bastante massa podem ter colidido durante a formação do sistema solar para criar o sistema Terra-Lua. Mas não saber exatamente como a Lua foi formada no tem nada a ver com ela ser feita de queijo.

João: Ahá! Você acabou de admitir que os cientistas não podem ter certeza, mas nós sabemos que o Hugo está sempre certo!

Eu: Sabemos?

Maria: Claro, o item 5 diz isso.

Eu: Você está dizendo que o Hugo está sempre certo porque a lista diz, e a lista está certa porque o Hugo ditou, e sabemos que o Hugo ditou porque a lista diz. Isso é lógica circular, é a mesma coisa que dizer que ‘o Hugo está certo porque ele diz que está certo’.

João: AGORA você está entendendo! É tão bom ver alguém entender o jeito de pensar do Hugo!

Eu: Mas… ah, dexa pra lá. E que história é essa com as salsichas?

João (enquanto Maria enrubesce): É um esclarecimento do item 4. Salsicha, só no pão, sem condimentos. É a maneira do Hugo. Qualquer coisa diferente disso é errado.

Eu: Mas então pode comer hambúrguer sem pão? E bratwurst?

João: Peraí, peraí. Não vamos deixar as coisas mais complicadas do que elsa são. É melhor deixar esses detalhes para os peritos profissionais no Hugo e sus regras.

Eu: E se não tiver pão?

João: Sem pão, nada de salsicha. Salsicha sem pão é errado.

Eu: Sem molho? Sem mostarda?

João (Gritando, enqunto Maria parece chocada): Não precisa falar assim! Condimentos de todos os tipos são errados!

Eu: Então uma pilha enorme de repolho azedo com umas salsichas picadas em cima, nem pensar?

Maria (enfiando os dedos nas orelhas): Eu não estou escutando!! La la la, la la, la la la.

João: Mas que nojento! Só um pervertido comeria isso…

Eu: Mas é bom! Eu como sempre!!

João (amparando Maria, que desmaia): Se eu soubesse que você era um desses, não teria desperdiçado meu tempo. Quando o Hugo cobrir você de pancada, eu vou estar lá, contando meu dinheiro e rindo. Eu vou votar nele por você, seu comedor-de-salsicha-cortada-com-repolho!

E assim João arrastou Maria pra o carro, e foram embora.

A Aposta de Pascal

“Consideremos este ponto e digamos o seguinte: “Ou Deus existe ou não existe.” Mas qual das alternativas devemos escolher? A razão não pode determinar nada: existe um infinito caos a nos dividir. No ponto extremo desta distância infinita, uma moeda está sendo girada e terminará por cair como cara ou coroa. Em que você aposta?”

Blaise Pascal, Pensamentos (edição póstuma, 1844)

De acordo com Pascal, de um jeito ou de outro, todos nós jogamos dados com Deus, mesmo ele não jogando dados com o Universo ;)

Pascal admitiu que é impossível “provar” que Deus existe — de fato, afirmou ele, a razão humana é incapaz de provar qualquer coisa com certeza. Isso daria a pensar que Pascal era agnóstico, mas não é verdade. Afinal, para ele, a principal pergunta residia no fato se convinha a alguém acreditar na existência de Deus, e sua resposta era que você seria tolo se não acreditasse. Isso faz de Pascal um teísta, posto que ele tentou mostrar matematicamente que seria um péssimo negócio não acreditar em Deus.

A matemática que Pascal empregou trabalhava no campo das Probabilidades, que ele ajudou a inventar (ele esperava convencer especialmente seus amigos aristocráticos, que eram jogadores fanáticos). Bom, no modo de ver de Pascal, a crença ou a descrença que você possa ter em Deus implica uma aposta.

Ora, se Deus existe e a “Sagrada Escritura” é verdadeira, sua crença vai dar-lhe (em tese) infinita felicidade após a morte. Se Deus não existe, tudo o que você teria a perder acreditando no dito cujo seriam os prazeres finitos de uma vida finita. Mesmo porque, se você acha que as chances da existência de Deus são próximas de zero – Pascal sugere que elas estão perto de 50 % – a única coisa racional que você pode fazer é jogar o jogo. E como qualquer percentagem finita do infinito tende a ser infinita também, o raciocínio mediante este conceito mostra que você deve acreditar em Deus.

Indo pelo outro lado da moeda, se você se recusar a acreditar em Deus e estiver errado, você será condenado às penas infernais, pois será um pecador. E tomando por base que as probabilidades que isso aconteça são enormes, não restaria nada mais a você do que seguir o glorioso Deus e viver feliz para sempre.

E claro que você poderia ainda resistir à razão, mas isso só aconteceria se você permitisse que suas paixões sufocassem o que você tem de melhor. De acordo com nosso amigo Pascal, os desejos podem ser controlados se você proceder como se acreditasse em Deus e participar de bons rituais cristãos. E se você se acostuma com isso, termina por descobrir que, largando seus hábitos pouco saudáveis, você fica até mesmo mais feliz que antes e isso, na visão de Pascal, é o verdadeiro pagamento da aposta. Interessante, não é mesmo?

Se você é um desavisado, o argumento de Pascal pode soar “arrumadinho”, mas devemos imaginar que ele era um grande matemático e sabia trabalhar com números infinitos, e como tal processo acaba por se tornar uma tarefa ardilosa. Pela lógica de Pascal, você seria levado à busca de qualquer promessa de felicidade infinita, religiosa ou não, como a coisa mais racional a ser feita, em caso de haver uma remota chance de sucesso. (Digamos que exista 1% de probabilidade de que a Fonte da Juventude exista; você deveria largar tudo agora e ir em busca dela).

Muito bem, para que a Aposta de Pascal funcione, você tem que tomar como certas muitas das coisas que ele quer provar – que, se Deus existe, Ele é infinito, onisciente, onipotente, e o verdadeiro autor da Bíblia. Mas, naturalmente, existe um numero infinito de outras possibilidades – por exemplo, que Deus exista mas que, na realidade, não ligue muito para o comportamento das pessoas ou (o mais danoso para o argumento de Pascal) que Deus exista mas não seja realmente um ser infinito. Ainda há o caso de que Deus exista, mas é totalmente diverso de tudo que se imaginou a respeito dele, parecendo-nos tão estranho quanto nossos pensamentos, sensações e desejos seriam a uma ameba. E ninguém (muito menos Pascal) poderia provar que uma dessas descrições de Deus seja mais acertada do que outra. Mesmo porque, ninguém andou batendo um papinho como o Todo-Poderoso nos últimos milênios, a despeito do quer o pessoal tem alegado. Alegado, mas sem provas.

Voltando ao assunto, é muitíssimo mais difícil agir com base em crenças que você não tem do que Pascal gostaria de admitir. (E supõe-se que Deus haveria de saber se você estava sendo sincero ou só jogando, afinal ele é onisciente, certo?)

No âmbito da natureza humana, prazeres certos geralmente prevalecem sobre os incertos, por mais sedutores que sejam estes últimos. No calor da paixão, possibilidades infinitas podem vir a parecer bem infinitesimais. A crença em alguém que lhe proverá de bênçãos e presentes e não sei mais o quê mostra que, no fundo, as pessoas acreditam para ter algo em troca. O que é ridículo e justifica a frase de Einstein:  “Se as pessoas são boas só por temerem o castigo e almejarem uma recompensa, então realmente somos um grupo muito desprezível.”

Imaginar que devemos acreditar num Deus, apostando todas as fichas nele porque essa seria a melhor idéia mostra o quão tola e egoísta é essa mente. E mais: prova que Deus não pode ser bondoso, ao final das contas. Se eu preciso acreditar nele para ter certeza de ter uma vida plena de satisfação e bem-aventurança, com uma promessa de um pós-vida assegurado, mostra que ele (Deus) é rancoroso, mau e que não ama tanto assim seus filhos.

Afinal, ele é (em tese) onisciente e sabe de antemão qual número eu apostarei na roleta celestial.

Tão bondoso assim, só os donos de Cassino…

Todo Sofrimento ACABARÁ EM BREVE

Este é o título de um folhetinho que acabei de receber… estava bem dormindo quando me chamam na porta, me tiram 15 minutos de sono… ai ai ai… pelo menos a moça que veio falar era Gostosa… até que valeu a pena um pouquinho, mas vamos ao que interessa.

Dei uma pequena lida no folheto, e como bom cético encontrei algumas “falhas” ou meras incoerências…
PS: Em negrito, minhas anotações

“Todo Sofrimento ACABARÁ EM BREVE
Em algum momento na vida, você provavelmente já se perguntou “Porque a tanto sofrimento” -Porque de pergunta é separado- Há milhares de anos, o homem vem sofrendo, muito devido a guerras, pobreza, calamidades, violência, injustiça, doenças e morte. Nunca houve tanto sofrimento como nos últimos cem ano -Creio que durante a Idade Média, onde o ser humano era proibido de pensar pela Igreja, o sofrimento era maior- Será que um dia isso tudo vai acabar? -Sim! Quando o homem deixar de ser capitalista e que devemos nos focar na ciência e tecnologia, pois este é o caminho, e deixar de acreditar no mito do velho barbudo que vê tudo.-
Que consolo é saber que vai, sim, e muito em breve! A Palavra de Deus, a Bíblia, declara: “O iníquo não mais existirá -Usando palavras difícies para que os sub-analfabetos não entendam e achem que é verdade- mas os próprios mansos possuirão a terra e deveras se deleitarão na abundância da paz” -Não é só o velho barbudo que quer a paz, eu também quero a paz no mundo e nem por isso sou um Deus- “Os próprios justos possuirão a terra e residirão sobre ela para todo o sempre.” -Eu também defendo a reforma agrária e nem sou citado na bíblia! Isso é injustiça!-
Depois que deus acabar com a maldade e o sofrimento, a Terra será transformada num paraíso. Então as pessoas vão poder viver para sempre com saúde perfeita e plena felicidade. -Até lá vou ter que me virando do jeito que eu posso- A Palavra de Deus prediz: “Deus enxugará dos seus olhos toda lágrima -Num é mais fácil eu pegar um lenço?- e não haverá mais morte, nem haverá mais pranto, nem clamo, nem dor -Previsão de 20 anos para a criação da regenaração celular-
Nesse novo mundo, até os mortos viverão novamente -Não quero que um esqueleto seja meu vizinho- e desfrutarão dessas bençãos. “Há de haver uma ressureição tanto de justos como de injustos.” -Então eu fico com a Aposta de Pascal É por isso que Jesus pôde dizer o seguinte a um criminoso arrependido que demonstrou ter fé nele: “Estarás comigo no paraíso” -Mas peraí! Cristianismo não era monoteísta? Então por que aparece 3 Deuses (Deus Pai, Jesus, Espírito Santo)! Meu Rádio a Pilha também é 3 em 1 (AM, FM e CD) e nem por isso é Deus!-
Por que surgiu o sofrimento?
Por que Deus deixou que o sofrimento tivesse início, visto que seu propósito era que a humanidade tivesse um futuro maravilhoso? Por que ele permite que exista por tanto tempo -É parece que Deus não é um velhinho bonzinho de barba branca-
Deus criou Adão e Eva com corpo e mente perfeitos, e os colocu num jardim paradisíaco, onde receberam trabalho agradável para fazer -Isso já é abusar da minha inteligência- A Bíblia declara: “Deus viu tudo o que tinha feito, e eis que era muito bom” Se tivessem obedecido a Deus, Adã e Eva gerariam filhos perfeitos, veveriam para sempre em paz e felicidade -Mas se algo é perfeito como poderia gerar imperfeito? Então quer dizer que a culpa de tudo é de Adã e Eva? Então existem quantas divindades? Deus, Jesus, Espírito Santo e as Divindades Más, Adão, Eva, Satanás-
Deus deu a Adã e Eva o maravilhoso dom do live arbítrio, como parte da natureza humana, ou seja, eles não foram criados como robôs -E eu que pensava que os humanos tivesse sido criados em uma linha de produção da Ford!- No entando, para continuarem vivendo felizes, precisavam usar o livre-arbítrio da maneira correta: obedecendo às leis de Deus. É conforme Deus diz: “Eu, Jeová, sou teu Deus, -Mais um deus! Já estão com mais deuses que os gregos, depois ainda dizem que são monoteístas- Aquele que te ensina a tirar proveito, Aquele que te faz pisar no caminho em que deves andar.” Usar mal o livre-arbítrio acabaria em desgraça visto que o homem não foi feito para ter êxito na vida independente de Deus. A Bíblia diz: -Se Deus criou o homem perfeito, como poderiam usar algo errado? Eles não são perfeitos?–Eu nunca consegui conversar com a bíblia, ela já lhe disse algo?- “Não é do homem terreno o seu caminho. Não é do homem que anda o dirigir de seu passo.” -Quando eu vou comprar pão na padaria sou eu quem escolho que caminho usar-
Infelismente, nossos primeiros pais acharam que poderiam ser independentes de Deus -Até que enfim alguém inteligente neste conto de fadas!- e ainda assim bem-sucedidos. Mas, ao rejeitarem sua liderança, Deus não permitiu que eles continuassem perfeitos -Primeira história para crianças em que o vilão se dá bem- Então, começaram a degenerar-se até que finalmente envelhecem e morreram. E nós, segundo as leis da genética, herdamos deles a imperfeição e a morte -Mas num eram vocês que não acreditavam na ciência-
Por que Deus não destruiu Adão e Eva e começou tudo de novo com outro casal humano? -Burrice talvez seja a resposta- Porque a soberania universal de Deus, ou seja, seu direito de governar foi ameaçada. A questão era: “Quem tem o direito de governar, e que lei é a certa? -Mas o velho de barba branca não tem a resposta de tudo?- E por extensão -Então tem emenda inconstitucional na lei de Deus também?- Os homens poderiam sair-se melhor se não fossem governados por Deus -E nem pelo Lula!- Por ele dar tempo para os humanos governarem a si mesmos com absoluta independência, ficaria definitivamente provado em que condições eles viveriam melhor: com a orientação divina ou sem ela -fico com a 2ª Opção, desde que o capitalismo não esteja incluído no pacote- O tempo concedido tinha de ser o suficiente para os homens experimentarem todos os tipos de administração -polítca, social, econômica e religiosa-, todas elas sem interferência de Deus -Ainda bem, porque imaginem se fosse igual na Idade Média, onde tinha a interferência de Deus-
Qual é o resultado? Milhares de anos de História humana dão evidência de que o sofrimento reina com poder cada vez maior -o sofrimenta aumenta proporcionalmente ao capitalismo- No século passado, a humanidade vivenciou o pior sofrimento de todos. 100 Milhões morreram em guerras. O crime e a violência se alastraram. O consumo de drogas tomou proporções epidêmicas. Doenças sexualmente transmissíveis continuam se propagando -Claro! Vocês pregam que não podemos usar camisinha! E nem por que não acredito em Deus que faço coisas erradas, ajudo velhinhos a atravessar a rua e dou dinheiro aos pobres, não é só o caminho de Deus que leva a bondade- Milhares morrem todos os anos de fome e de doenças. A vida familiar e os valores morais se desintegraram em toda parte. Nenhum governo humano tem a solução para esses problemas, que dirá acabar com a velhice, a doença e a morte -Alegar que nenhum governo humano tem a solução para estes problemas… já é demais, então, quer dizer que vamos ter que colocar um governo alienígena?-
A situação do homem é exatamente como a Bíblia havia predito para a época em que vivemos. A Palavra de Deus a chama de “últimos dias” desse mundo, quando haveria “tempos críticos, difíceis de manejar”. E assim como aBíblia disse, ‘os homens iníquos e os impostores passariam de mal a pior, desencaminhando e sendo desencaminhados’ -Também quero um exemplar desse livro de bruxos que lê o futuro! Compra pra mim mamãe! Compra! Compra! Compra!-
Todas as evidências apontam para o fim da trágica experiência do homem de viver sem orientação divina. Ficou claro que nenhum governo humano conseguirá ser bem-sucedido -Lá vem com essa história de governo alienígena de novo!- independente de Deus. Apenas o governo de Deus pode trazer a paz, felicidade, saúde perfeita e vida eterna. Portanto, o tempo para Jeová tolerar a maldade e o sofrimento logo vai acabar. Em beve, Deus intervirá na administração humana e destruirá esse mundo totalmente incapaz de atender às necessidaes do homem. -E vocês ainda querem que o mundo acabem? Vocês estão loucos!-
A profecia bíblica diz: “E nos dias daqueles reis o Deus do céu estabelecerá um reino que jamais será arruinado… Esmiuçará e porá termo a todos estes reinos, e eles mesmo ficará estabelecido por tempos indefinidos.” -É… ele ficará estabelecido por tempo indefinido, 0 dias, 0 minutos, 0 segundos, ou melhor, nunca existirá.- A vindicação da soberania de jeová, ou seu direito de governar, por meio de seu Reino celestial é o principal ensino da Bíblia. Predizendo um aspecto importante do sinal dos “últimos dias”, Jesus disse: “Estas boas novas do reino serão pregadas em toda a terra habitada, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim” -Eu também posso escrever “O canedo é um Deus” em vários papéis, distribuir para as pessoas e falarem para elas que se elas não acreditarem, irão morrer-
Quando o fim vier, quem sobreviverá? -Se é fim, eu creio que deve acabar, ninguém irá sobreviver- A bíblia responde: “Os retos são os que residirão na terra e os inculpes são os que remanescerão nela.” Os retos são os que aprendem e fazem a vontade de Jeová -Na Idade Média chamados de Servos, o que hoje seria algo parecido com escravos- Jesus Cristo disse: “isto significa vida eterna, que absorvam conhecimento de ti, o único Deus verdadeiro, e daquele que enviaste, Jesus Cristo.” -Ainda não entendi que é o Deus verdadeiro, é o Deus 3 em 1? Ou será o Deus Pai? Jesus Cristo? Espirito Santo? Jeová? Eva? Adão? Satanás?- De fato, “o mundo está passando… mas aquele que faz a vontade de Deus permanece apra sempre”.  -Escrito a dois mil anos e ninguém ainda permaneceu para sempre-

E o rodapé do folhetinho também é legal:

“Gostaria de obter mais informações?
Escreva às Testeunhas de Jeová, usando o endereço abaixo mais conveniente.

África do Sul: Private Bag X2067, Krugersdorp, 1740
Alemanha: Niederselter, Am Streinfels, D-65618 Selters
Angola: Caixa Postal 6877, Luanda Sul
Argentina: Casilla de Correo 83 (Suc. 27B). 1427 Buenos Aires,”

Ainda tem Austrália, Bolívia, Canadá, Espanha, EUA, França, Grã-Bretanha, Itália, Japão, Moçambique, Paraguai (acho que se originou aqui), Portugal  e Uruguai. Só não achei Brasil…

Abraços, e espero que este texto tenha o feito refletir sobre o pensamento cético, o pensamento discordiano, e que a partir de agora você abra sua mente para novas idéias, e que não existem somente dois caminhos (O caminho do mal e o Caminho de Deus), quero msotrar que existe um terceiro caminho, o de ser uma pessoa boa sem acreditar em Deus. Caso você não tenha tirado estas idéias proveitosas do texto, espero que você ao menos tenha dado algumas boas gargalhadas.

Este texto pode ser conferido em:
http://www.orkutcidio.wordpress.com
http://www.originalidade.wordpress.com

Published in: on 1 novembro, 2007 at 6:35 am  Comments (4)  

Aborto, Ser Contra ou a Favor?

Já há algum tempo em que a disputa Globo x Record está a mostrar este tema, a record se mostra a favor da legalização do aborto, já a Globo se mostra contra, mas quais destes dois lados está correto?

Antes de mais nada, gostaria de colocar minha opinião sobre este tema, acho o aborto um homicídio, o aborto é algo que vai contra a nossa racionalidade, contra os princípios humanos, é a mais pura forma de ódio que uma mãe pode ter com seu filho.  Mas ao analisar o assunto, eu sou a favor da legalização do aborto, pode irracionalidade a princípio, mas a questão é que em um país pobre que nem o nosso, o aborto sempre existirá, existirá sendo legal ou ilegal, e para que esta forma de homicídio não cause mais danos do que ele já está a causar, para que esta mãe assassina não morra junto com o filho, que é o que pode acontecer quando o aborto é feito por pessoas despreparadas e na ilegalidade, portanto, eu sou a favor da legalização do aborto, mas contra o aborto.

Está aqui minha opinião, caso você tenha outras opiniões sobre este tema, sinta-se livre para iniciar um debate inteligente.

Published in: on 26 outubro, 2007 at 6:39 pm  Comments (2)  

A Arte de Fazer Humor

Como todos aqui devem saber, eu tenho um outro blog, um blog de humor, o NadaNormais, pode parecer meio esquisito, levando em conta o conteúdo deste blog, mas quero mostrar que é possível separar estes dois lados, então estou a fazer este post, com dicas para melhorar sua arte de fazer humor, tanto na vida real como em seu blog.

Ser Engraçado Não é se Ridicularizar
Muitas pessoas, na vida real, acham que ser engaçado é fazer as pessoas rirem da sua cara, isto pode ser até verdade, desde que seja feito em uma peça de teatro, para mim o princípio básico do humor é não se ofender, é tornar o erro alheio motivo de gozação.

Chingar não é Engraçado
Já vi muitos blogs elogiar a mãe dos outros e achar que é engraçado, isto para mim é se achar a última bolacha do pacote.

Zoar e Ser Zuado
Se você zoôu com outros blogs ou pessoas, eles tem todo o direito de lhe zoar também.

Faça o Humor para Se Mesmo
Não adianta ser engraçado apra os outros, isto é tentar aparecer,é ser alguma coisa que você não é, o importante é fazer zuações gostosas, que faça você se sentir feliz, faça algo que você gostaria de ver, se fizer isto, com certeza sairá algo engraçado.

Saiba a Hora de Parar
Existe um limite muito estreito entre o humor de qualidade e a idiotice, e ser idiota não é ser engraçado, Tente chegar a esta linha, sem ultrapassá-la, masmo não sendo possível agradar a todos, tente agradar ao maior número de pessoas, incluindo a si mesmo.

Respeitar Limites
Se alguém não gostou da brincadiera, apre imediatamente e peça desculpas, não é só porque você está fazendo os outros rirem que você poderá sair ofendendo qualquer  um.

Published in: on 25 outubro, 2007 at 8:02 pm  Deixe um comentário  

Viciados em PCs

Neste post vim falar de um assunto sério, este tema que vou discutir já levou algumas pessoas a morte, porém, geralmente não é fatal, mas faz com que as pessoas fiquem tímidas, faz com que elas percam sua capacidade, desacreditem em seu potencial, estou a falar do Vício em PCs.

Vou contar a mina experiência com esta doença, como comecei, como parei, o que me fez parar, e com isto espero ajudar outras pessoas que tenham este mesmo problema.

Tudo começou em uma Segunda, 16 de Junho de 2003, ganhei meu primeiro PC, um AMD Athlon XP, 16. Ghz, 128 MB RAM, 20 GB HD, com uma impressora HP 3425, por essa belezinha -que sobrevive até hoje, e escrevo este post- paguei  R$ 3.500,00 Caro? Não para a época.

Como disse, era meu primeiro PC, fiquei até doente quando ele foi para o concerto pela primeira vez, e tão logo voltou já botei uma Net Discada nele, até nesta época não havia desenvolvido esta doença, mal sabia mecher em um PC, meus problemas mesmo começaram em meados de 2004, chegou em minha casa a tão sonhada Banda Larga, fiquei louco, não saia da frente do PC, logo enjoei, já estava parando de utilizar o PC quando conheço um jogo chamado Tibia, a princípio, inocente, mas que me foi seduzindo cada vez mais,até que cheguei ao ponto de acordar 5 da manhã, ficar jogando até as 11:30, quando ia para a escola, e mal chegava em casa já ligava o PC novamente, até que só desligava de madrugada. Aos poucos parei de jogar futebol, larguei de minah namorada, comecei a tirar notas baixas, perdi amigos, mas na época, nem estava a ligar, pois subia um level por dia.

Fiquei cerca de 2 meses neste inferno, sem sair de casa (só indo para a escola), mas o que doía mesmo é que sabia que estava doente, e nada fazia para largar o vício, toda noite, pensava “Amanhã não vou jogar”, mas acordava cedo e nem lembrava de minha promessa.

Em um sábado de manhã, o servidor estava de manutenção, resolvi ir jogar bola, mas meus reflexos como goleiro já não estavam como antes, meus músculos já haviam ido para o saco.
Neste mundo, percebi que o mundo real não era o de Tibia, e sim o futebolzinho com os amigos alí no campinho da esquina, sair sábado a noite escondido, beber até cair e voltar para casa sem os pais perceberem que você sequer tinha saído, percebi que isto é que era divertido, e não executar uma seqüencia de dados binários, e aparecer na tela “Você matou um demônio Superfodênico que ninguém nunca havia matado antes”.

Quando me lembrei destas coisas, resolvi mudar minha vida, comecei a me arrumar para ir a escola, e com muita luta, voltei a ter o que tinha antes do vício, voltei a ter a minha imagem, um cara inteligente, não que seja um Zé Mané, mas inteligente, um cara que é bonito, muito popular, e voltei a ter  uma lata de cerva em uma mão e uma mina na outra.
Hoje uso o PC para trabalhar, uso todo o conhecimento que tenho da forma inteligente, uso o PC como uma ferramente de comunicação, trabalho e às vezes para diversão, e só, o PC hoje não é minha vida, minha vida não está mais dentro de um PC.

Caso você tenha problemas de vício em PC, comente aqui, que quero lhe ajudar a sair deste buraco que estive um dia.
Links sobre este tema:
Link 1
Link 2
Link 3
Link 4
Link 5

Published in: on 25 outubro, 2007 at 7:36 pm  Comments (2)